A Paz em Meio à Espada

Ouve a história que em Amor te conto agora:

Bhava Swami florira seu pequeno barco para transportar sua bem amada em meio às águas. Sua felicidade acompanhava o movimento das ondas, sem temor. Todavia, sua amada, temendo a tempestade que se aproximava, disse-lhe: “Meu coração encheu-se de medo, amado meu. Temo por nossas vidas, neste pequeno barco, contra a fúria do mar e da tempestade”.

Bhava Swami fitou o céu e, sentindo o pulsar do belo Krishna* em tudo, desembainhou a espada e a colocou no pescoço de sua amada.

Olhando-o, ela riu, sem poder conter-se, dizendo: “Uma espada é perigosa, todavia em tuas mãos, tornou-se inofensiva, ainda que próxima ao meu pescoço. Tu não me poderias fazer mal, pois me amas.”

Beijando-lhe a fronte, respondeu o Swami: “Da mesma forma, amada minha, não temo a tempestade. Ela repousa nas mãos de Deus, como o barco, eu e você. Nada de mal poderia vir do Senhor Krishna que me ama e a quem eu amo.”

Se teu coração entendeu a história, repousa no chão os temores que ainda carregas, e vem, com o Amor manifesto como Sábio e Mestre, navegar sem dúvidas no Oceano da Graça!

Nada, além de ti mesmo, pode ferir-te. Repousa em ti escolher entre a dúvida e o Dom da Fé!

OM NAMAH KRISHNA!

*Krishna – um dos Mestres da Índia, conhecido como a personificação do Amor Supremo.